Judô.

O judo é, acima de tudo, uma escola de valores, onde se procura ensinar os atletas a serem cidadãos, que vivem em harmonia com a sociedade, sempre com respeito pelo próximo. O seu progresso é medido com base nas três componentes da modalidade:

“Shin” – o espírito: Os atletas são ensinados a respeitar todo o ritual que envolve o judo, tornando-os assim cidadãos mais atentos e mais pacientes. A força mental e o verdadeiro espírito judoca está no respeito pelos adversários, em saber aquilo que se quer e que se está a fazer.

“Ghi” – a técnica: o atleta de judo aprende uma enorme diversidade de técnicas de ataque e de defesa, que só praticando e repetindo é que aperfeiçoa. É nesta fase que também aprende os três princípios da modalidade.

“Tai” – o valor do combatente: a aprendizagem das técnicas do judo e o desenvolvimento da força mental conferem ao atleta as capacidades necessárias para ser considerado um verdadeiro e eficaz combatente.
O Mestre Jigoro Kano racionalizou a prática do Judô em torno de três princípios fundamentais:

Seiryoku Zen’Yo (精力善用) Princípio da Máxima Eficácia do Corpo e do Espírito – Tratar e fortalecer o corpo, a mente e o espírito, mantendo-os sempr

Jita Kyoei (自他共栄) Princípio da Prosperidade e Benefícios Mútuos – O progresso pessoal está intimamente ligado à solidariedade humana e à entreajuda, só assim é que nos tornamos atletas e humanos completos.

Ju Yoku Go o Seisu (柔よく剛を制す) Princípio da Suavidade e controle – Apesar de diretamente ligado ao plano físico, este princípio deve ser utilizado inteligentemente, ou melhor, a força deve ser racionalizada, para não ser de mais, para não tornar a luta violenta.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Judô Adulto Cssgapa

Treino em formato de Festivalzinho!!